Epcot: cultura e diversão em um só lugar

03/03/2015

Hoje nós vamos passear pelo Epcot, que foi o segundo parque construído na Disney de Orlando (depois do Magic Kingdom, que já vimos aqui). A contrário dos demais parques da Disney, o Epcot só possui duas áreas, a Future World e a World Showcase. Mas não, ele não é pequeno. Nem um pouquinho. Quando lembro do quanto andei nesse dia, minhas pernas até doem, hahahaha. Já que nós vamos andar muito, não podemos perder tempo, então vamos começar, né?

Chegamos no Epcot por um barquinho que sai do Boardwalk, o hotel que a gente ia tomar café (saudades, Boardwalk Bakery), e entramos pela porta dos fundos do parque, que fica do ladinho do pavilhão do Reino Unido. O parque abriu às 9h, mas a World Showcase (onde ficam os países), só abriu às 11h nesse dia, então, como estava tudo fechado, passamos por lá rapidinho e seguimos em direção ao Future World, pra primeira atração do dia: a Soarin’!

Desde a primeira vez que fui, fiquei completamente apaixonada pela Soarin’, que simula um voo de asa delta, passando por vários lugares diferentes, e é possível sentir até o cheiro de alguns deles. A fila da atração chega a durar mais de uma hora, então faça o uso do seu Fastpass+ e aproveite pra entrar rapidinho.

Soarin

Depois fomos no Living with the Land, um passeiozinho de barco que leva a gente a conhecer um pouco mais sobre agricultura, piscicultura, etc. Saindo de lá, passamos no Turtle Talk, uma atração com o Crush, do filme Procurando Nemo, que é muito engraçadinha e divertida. Só não vale a pena se você não souber falar/entender inglês.

Logo deu a hora do nosso segundo Fastpass+ do dia, na Spaceship Earth (o brinquedo que fica dentro da “bola do Epcot)! Eles contam a história da comunicação através do tempo, e no final eles usam suas informações pra fazer um videozinho sobre o seu futuro! É muito legal, e o mais interessante é que você pode escolher o idioma antes de começar o passeio. Então toda a história pode ser contada em português!

Spaceship Earth

Nossa próxima parada foi na Mission: SPACE, um simulador de viagem para o espaço. Aqui, você pode escolher entre a fila verde e a fila laranja. A verde é mais leve, não possui simulação de gravidade, e é muito legal pra se divertir com os pequenos e os mais idosos também. Levei minha avó e ela amou demais. Já a fila laranja é para os que tem coragem, já que a simulação da gravidade é bem real, e você corre sérios riscos de enjoar, caso não cumpra as “regras”: cabeça parada e olhos fixos na tela. Da primeira vez que fui à Orlando, em 2010, só experimentei a laranja, e não senti nada. Dessa vez fui nas duas, e me senti meio mal depois. Nada de enjoos muito fortes, só dor de cabeça e um pouco de tontura, mas passou rápido.

No caminho para a World Showcase, paramos no Club Cool, uma “atração” da Coca-Cola, que tem refrigerante de sete países pra provar. É só pegar um copinho e se servir, tem uns sabores estranhos, mas a experiência é bem legal. Meu favorito foi o do Zimbábue, que tem sabor de raspberry. Ah, vale dizer que lá tem Kuat! Sim, o nosso Kuat! Como eu não tomo refri, abri só uma exceção e tomei pouquinho.

Club Cool

Saindo do Club Cool, veio a melhor parte do Epcot: a World Showcase. Pavilhões de onze países, representando as culturas do México, Noruega, China, Alemanha, Itália, Estados Unidos, Japão, Marrocos, França, Reino Unido e Canadá, cada um com suas peculiaridades, arquitetura, lojas e restaurantes típicos. É uma delícia passear por lá. Recomendo reservar um dinheirinho pra se jogar nas lojas de doces, como a Karamell-Kuche, da Alemanha, por exemplo. Depois vou falar mais sobre o que eu comi por lá, mas por hora digo que experimentar comidas típicas dos países é muito divertido!

Colagem

Outra coisa legal do passeio foi ter comprado o passaporte do Epcot. Passei em todos os países carimbando o meu passaporte e recebi recadinhos muito legais. Nos países que não falam inglês, é possível até aprender algumas palavras, e o recadinho que eles escrevem no passaporte é todinho na língua local. Todas as vezes que olho para o meu souvenir, fico feliz de ter comprado. Ele vem com adesivos e um bottom do Epcot e custou U$10.

Passaporte

O meu pavilhão favorito foi o do Marrocos, lindo, encantador, me lembrou muito Aladdin e vocês sabem que eu AMO, né? Inclusive é possível encontrá-los lá… Nesse dia eu não consegui, e fiquei super triste. Mas o pavilhão é muito lindo, na verdade, todos são especiais de alguma maneira!

Tivemos que interromper um pouco o nosso passeio pelos pavilhões para ir no Test Track, um simulador da Chevrolet, onde a gente pode “criar” um carro, e fazer um test drive depois. É bem legal, e quando o carro começa a acelerar, então, fica melhor ainda!

Test Track

Voltamos para a World Showcase já de noite, e visitamos o resto dos países que ficou faltando. O único ponto negativo é que a luz é bem baixinha à noite, então as melhores imagens são as que ficam na memória mesmo. Às 21h, nos posicionamos em frente ao pavilhão do Reino Unido para assistir ao Illuminations: Reflections of Earth, um show de luzes, cores e fogos de artifício que acontece em um lago, com vista por toda área que cerca os pavilhões. É lindo e emocionante!

Illuminations

Quando terminou nosso dia, confesso que fiquei triste. Não queria ir embora dali. O dia foi lindo, divertido e me rendeu boas lembranças e imagens, que vocês podem ver no vlog, logo abaixo.

Espero que tenham gostado! Conta pra mim o que você achou do Epcot, vou adorar saber.

Beijos!

2 thoughts on “Epcot: cultura e diversão em um só lugar

    1. É mais lindo ainda pessoalmente, foi um dia inesquecível!
      Obrigada, Patty, fico feliz que tenha gostado <3
      Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *