Invencível (24 filmes para 2015)

27/01/2015

Oi!

Voltamos com mais um post do projeto 24 filmes para 2015, do grupo Blogs que Interagem, e pra hoje eu escolhi o tema Baseado em fatos reais!

invencível poster

ATENÇÃO: Nessa resenha, me senti livre para contar um pouco mais sobre o filme, portanto, você pode encontrar spoilers ao longo do post. Não leia caso queira ser surpreendido pelo desenrolar da história.

Invencível foi dirigido pela linda Angelina Jolie, conta com Jack O’Connell no papel de Louis, Domhnall Gleeson (de About Time! AMO!) e Garrett Hedlund no elenco. A classificação indicativa do filme é de 12 anos, e ele tem 2h17 de duração.

O filme conta a história do atleta olímpico Louis Zamperini, que quando criança era bem rebelde, e não queria ser nada. Com incentivo do irmão, Pete, ele começa a treinar na equipe de atletismo da escola. Louis tinha talento, ele quase voava para a linha de chegada. O reconhecimento começou a chegar, e o menino foi o atleta americano mais jovem nas Olimpíadas de Berlim. Competir com renomados atletas não foi tarefa fácil, e ainda assim, Louis conseguiu conquistar um bronze para o seu país. Seu plano era de treinar muito para que em 1940, nas Olimpíadas de Tóquio, pudesse ser campeão. Não foi bem assim que aconteceu… Os jogos de Tóquio foram cancelados por conta da II Guerra Mundial. Louis se alistou no Exército e serviu nas Forças Aéreas. Durante a guerra, o avião de Louis sofre um acidente, e cai no meio do oceano. Somente ele, Phil (Domhnall Gleeson) e Mac (Finn Wittrock) sobrevivem.

Acompanhamos, com muita aflição, os 47 dias que Zamp passou no mar. A falta de comida, a alegria por conta da chuva, o alívio ao saber que os companheiros ainda estão vivos… Essa parte realmente mexe com as emoções. Depois de todo esse tempo, eles finalmente foram resgatados! Seria a notícia perfeita, se o resgate não tivesse sido feito pelos japoneses. Louis fica em um cubículo escuro de enlouquecer o juízo de qualquer um, até que é levado para um campo de prisioneiros de guerra. Lá, recebeu os maus tratos intermináveis vindos do sargento Watanabe, que teriam um fim caso Louis fizesse uma transmissão ao vivo, emprestando voz à um script que não falava o que ele sentia. Ele preferiu voltar ao campo, e Watanabe fez com que todos os seus companheiros americanos o esmurrassem para que ele aprendesse sobre o respeito. Invencível possui várias cenas dolorosas de assistir, e por conta disso, vibrei de alegria quando a guerra acabou.

Gostei bastante do filme, e recomendo!

nota

Espero que vocês tenham gostado! Vocês podem conferir todos os 24 temas do projeto clicando aqui. Se tiverem alguma sugestão de filme pra resenha, é só deixar nos comentários. E não esquece que eu já fiz resenha do filme com tema Casamento.

Por esse mês, é só. Em fevereiro eu volto com mais filmes pra vocês.

Um beeeijo!

One thought on “Invencível (24 filmes para 2015)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *