Disney

Animal Kingdom: atrações, o que eu achei e vlog!

11/02/2015

Oi!

Me desculpem o sumiço, mas enquanto eu estava viajando, não consegui acessar meu blog. Não por falta de tempo, e sim porque ele simplesmente não carregava lá. Mas agora eu voltei, voltei pra valer e voltei com MUITO conteúdo pra passar pra vocês! OBA!

O nosso assunto de hoje vai ser o Disney’s Animal Kingdom, o primeiro parque da Disney que visitei nessa viagem! Como o nome já diz, é um parque de animais. Lá a gente pode encontrar áreas temáticas como Dinoland USA, Ásia, África, Oasis e Discovery Island. É o maior parque da Disney em extensão territorial, mas não vá pensando que é o mais cansativo. Pelo contrário! Nós saímos de lá aproximadamente 16h30, uma hora e meia antes do parque fechar. Dá pra visitar todas as atrações e shows tranquilamente, viu?

Animal Kingdom

Antes de começar a falar sobre a minha experiência, vou falar um pouco sobre o Fastpass+, pra que você não fique perdido caso ainda não conheça o benefício! O Fastpass+ funciona como um fura filas da Disney. Quando você compra a entrada para os parques, recebe um código de letras e números que identificam o seu ingresso. Você pode cadastrar esse código no site da Disney e marcar até 3 atrações diferentes para não pegar fila! Caso você vá se hospedar na Disney, é possível marcar com dois meses de antecedência da data. Caso escolha se hospedar em outro lugar, o sistema abre um mês antes.

Então, nós já saímos daqui com os nossos Fastpass+ marcados. Como não me hospedei na Disney, um mês antes marquei 3 atrações em cada dia de parque. Quando chegamos no Animal Kingdom, fomos direto para a área Dinoland USA, uma área toda tematizada com dinossauros, para brincar no Dinosaur, e simulamos uma viagem no tempo para encontrar dinossauros! O simulador é bem legal e escuro, então a gente vai descobrindo as espécies ao longo da viagem, o que deixa tudo mais divertido.

Dinosaur

Saindo de lá, fomos assistir “Finding Nemo – the musical”, que é um musical de 40 minutos que conta a história do filme Procurando Nemo, de uma maneira resumida, porém encantadora. E aí cantei junto, me apaixonei de novo pela fofíssima e esquecida Dory, e vibrei com todo mundo na hora que o Nemo voltou pra companhia do pai. Apesar de ser curtinho, é uma superprodução da Disney, impecável em todos os sentidos!

Procurando Nemo o Musical

O teatro em que o espetáculo acontece é bem grande, e fica na Dinoland USA, no caminho para a Ásia. Ao sair do musical, fomos para a área da África, utilizar nosso Fastpass+ no Kilimanjaro Safaris, que estava com uma fila gigantesca de mais de uma hora de espera. Que sorte a nossa!

O Kilimanjaro Safaris é um passeio de jardineira (uma espécie de caminhão aberto), por uma área enorme que realmente nos faz sentir em um safári na África. Lá a gente tem a oportunidade de ver os animais em habitats bem parecidos com os reais. Eles não são forçados a fazer nada, simplesmente ficam sendo eles mesmos enquanto a gente passeia por lá.

Kilimanjaro Safari

O nosso último Fastpass+ do dia era na Expedition Everest, a montanha russa super legal do Animal Kingdom! Furamos uma filinha de aproximadamente 50 minutos e entramos rapidinho nesse passeio cheio de surpresas e perigos pela Everest, hahaha. Cuidado com o Yeti, pessoal. O bom de ir no Animal Kingdom primeiro é que a Expedition Everest não é uma montanha russa muito radical, porém ela é rápida e com certeza surpreende. Se você tem medo, ela é uma escolha ideal que não vai te deixar assustado, e sim com vontade de voltar! Digo isso porque ela foi a primeira montanha russa da minha vida, quando fui em 2010, e gostei tanto que fui 2 vezes no mesmo dia! Garanto que você também vai se divertir.

Expedition Everest

Finalizados os Fastpass+, fomos passear pelo parque e curtir a visita. O Animal Kingdom tem como símbolo do parque a “The Tree of Life”, ou Árvore da Vida em português, que é uma árvore gigantesca, com animais entalhados no tronco. É lindo, gente! E lá embaixo dela fica mais uma atração, o “It’s Tough to be a Bug!”, algo como “É difícil ser um inseto” em português. Somos convidados à entrar em um formigueiro (por isso a localização, logo embaixo da árvore!), e encontrar com a turma do filme Vida de Inseto pra descobrir como é a vida deles. O filminho 4D é sensacional, e te faz sentir quase conversando com os bichinhos da tela.

Arvore da Vida

Depois ficamos esperando o horário do show “Flights of Wonder”, que é nada mais, nada menos, que um show de aves. No nosso roteiro do Vai Pra Disney, o Felipe e a Renata marcaram o Flights of Wonder como atração imperdível, e durante toda a viagem, confiei cegamente na opinião deles, então fomos. Desde que visitei o Parque das Aves, em Foz do Iguaçu, fiquei encantada com a beleza e diversidade das aves, o que me animou mais ainda pra esperar o horário do espetáculo. Ele dura 25 minutos, mas não é apresentado o tempo todo, então é importante você se informar pra não perder. Não perca MESMO!

Flights of Wonder

Me respondam, existe algo mais legal do que isso? Gente, eu fiquei encantada com essa águia! Uma águia de verdade, bem na minha frente, sendo linda e soberana. Sem contar que o resto do show é engraçadíssimo. Eles mostram várias espécies e algumas brincam com a plateia. Mas ó: as aves não são forçadas a nada, viu? O que torna o show bem engraçado até. Teve uma hora que uma das aves pegou um dólar da mão de uma menina aleatória da plateia, e ele demorou séculos pra devolver hahaha, voou pra bem longe com o dólar preso no bico, e todo mundo ficou com medo dele soltar, mas no fim deu tudo certo e ele foi devolver lá na mão dela. Saímos encantados e muito felizes por ter esperado alguns minutinhos para ver esse show lindo.

Ao fim do Flights of Wonder, nós partimos para a nossa última programação do parque: Festival of the Lion King, um espetáculo que acontece em um teatro bem grande na área da África. São 30 minutos de muita alegria, música, e pessoas pulando como macacos em camas elásticas e trapézios, quase como num circo. É surpreendente, as vozes são perfeitamente harmonizadas, é tudo muito bem preparado e liiiindo, tão lindo, que meia hora parece passar como 10 minutos. Queria ficar mais um pouco ali.

Lion King Animal Kingdom

Querem uma dica? Quando forem à Orlando, por favor, não deixem esse parque de fora! É um parque que muitos costumam riscar do roteiro, mas ele vale muito à pena! Lá não tem show de fogos à noite, mas juro pra você que os outros espetáculos vão superar todas as suas expectativas. Sem contar que, como é um parque rápido de fazer, você pode aproveitar o dia pra fazer umas comprinhas, como eu fiz.

A melhor parte é que vocês podem acompanhar um pouquinho no vlog da viagem, é só apertar o play aqui em baixo. Vem viajar comigo, vem! To esperando vocês!

Se tiver ficado com gostinho de quero mais, confere o trailer da Disney também!

Mas se seu negócio é a magia de Harry Potter e adrenalina dos parques da Universal, se inscreve lá no canal e fica ligadinho que em breve sai trailer e vlogs de como foram os meus dias por lá!

Espero que tenham gostado, gente. Qualquer dúvida, sugestão, pedido, é só comentar aqui embaixo. Vou adorar responder vocês!

Um beijo!

Playlist – Disney

31/01/2015

Oi!

Como vocês já sabem, eu amo a Disney e estou aqui nesse mundo mágico, curtindo tudo e amando cada segundo! Aqui cada momento parece ter uma trilha sonora, e cá estou eu pra compartilhar essa trilha sonora com vocês. Apertem o play e sintam a magia!

5) Let it Go – Frozen

Essa música simplesmente precisava estar aqui, não é? Frozen é um dos melhores filmes da Disney, na minha opinião! A minha música preferida do filme é For the First Time in Forever, mas Let it Go é realmente um sucesso! Hahaha

“The fears that once controlled me, can’t get to me at all”

4) Go the Distance – Hercules

Eu amo essa música, sempre amei! Ela fala sobre vencer distâncias, do sentimento de que tudo valeu a pena, e de estar exatamente onde você deveria estar.

“I know every mile will be worth my while”

3) Hakuna Matata – O Rei Leão

Hakuna Matata é uma música extremamente alegre, e com um significado muito legal, né? Estando aqui, a última coisa que a gente pensa é em coisa pra se preocupar! Hahaha. Então deixe as preocupações de lado, adote o lema Hakuna Matata e seja feliz!

“It’s a problem-free philosophy… Hakuna Matata!”

2) A Whole New World – Aladdin

Provavelmente a minha música favorita da Disney. Digo provavelmente, porque é realmente muito difícil de escolher. Enfim, como na música, aqui ninguém pode me dizer que eu estou apenas sonhando. É tudo real, mágico e lindo, muito lindo. Ah… a versão que vocês estão ouvindo é a da Broadway!

“A new fantastic point of view”

1) When You Wish Upon a Star – Pinóquio

Essa é a música que mais define esse sonho, com certeza! Qualquer coisa que a gente deseja pode se tornar realidade, viu?

“When you wish upon a star your dreams come true”

E aí, pessoal, gostaram?

Pra saber mais sobre a minha viagem, me acompanhem no instagram @aaraujolia, e se inscrevam no meu canal do Youtube!

Um beijo!

Disney: Os preparativos, parte 2

25/01/2015

Oi!

Essa é a segunda parte do post de preparativos da minha viagem pra Orlando. A primeira parte, onde expliquei como comecei a me preparar, você pode conferir aqui. Tudo pronto? Vamos lá, então!

roteiro
Depois de decidir alugar um carro ou não, comece o seu roteiro. Tente juntar, em um dia, atividades próximas. Por exemplo: Se você vai passar o dia no Islands of Adventure, não marque o jantar no Downtown Disney. O Google Maps vai te ajudar bastante a fazer o roteiro. Calcule as rotas e vá montando as programações previstas para cada dia da sua viagem. É importante, também, intercalar dias de parque e dias de compras. Assim você distribui bem a sua energia nas programações. Se estiver com bastante tempo, 13 dias ou mais, sugiro que no meio da viagem, se puder, adicione uma manhã de descanso.

#DicaDaLia para um bom roteiro: evite o Magic Kingdom nos sábados, domingos e segundas. Muita gente viaja nos fins de semana, e tendem a escolher esse parque primeiro. Não adianta calcular o tempo que você vai passar nos shoppings e outlets a partir do tempo que você leva pra passear no shopping da sua cidade. Lá você vai ter muito mais vontade de entrar nas lojas, olhar tudo com calma e ainda experimentar várias peças.

Mas lembre-se: Não existe especialista melhor pra fazer o seu roteiro do que você mesmo! Só você conhece o seu grupo, os gostos e limitações de cada um. Com um pouquinho de paciência, tenho certeza que seu roteiro sairá perfeito.

compras
Você já está na metade do caminho do seu planejamento, então eu imagino que você já saiba que Orlando é um ótimo lugar pra comprar, né? Hahaha

A cidade possui dois outlets bem famosos, o Premium da Internatinal Drive, mais próximo do Universal e o Premium da Vineland, mais próximo da Disney. São do mesmo grupo, possuem várias lojas iguais, mas eu acho bem legal você dar uma passadinha nos dois. Geralmente os outlets possuem várias promoções ótimas, e algumas lojas disponibilizam cupons com ainda mais desconto! Pra consegui-los, faça um cadastro aqui, e selecione esses dois outlets como os seus centers preferidos. Depois é só clicar em offers e imprimir todos aqueles cupons! #DicaDaLia: imprima também o cupom que dá direito a um livrinho com mais cupons, é o primeiro que aparece! Hahaha. Entendeu? Não? Eu te explico. Os dois outlets possuem um livrinho de cupons que pode ser adquirido lá mesmo por U$5, mas pra quem faz o cadastro e imprime esse cupom, ele sai de graça! Ah, vale lembrar que os descontos são diferentes.

O grupo que administra os dois outlets Premium de Orlando, também comanda o Florida Mall, o shopping mais completo da cidade, com 250 lojas. Apesar de não funcionar como um outlet, o Florida Mall pratica preços bem interessantes e muitas vezes tem promoções boas também. É lá que tem aquela loja de M&M’s, com uma parede cheia de tubos de M&M’s coloridos! Outra dica de shopping é o Mall at Millenia, que conta com 150 lojas.

Para a compra de eletrônicos, não existe melhor lugar do que a Best Buy. Lá tem de tudo, a loja é um paraíso, e os preços são ótimos. Existe uma Best Buy tanto em frente ao Florida Mall quanto ao Mall at Millenia. Combine a loja com o shopping de sua preferência na hora de fazer o roteiro, assim você economiza tempo.

Para todas as outras coisas, existe o Walmart. O lugar é super completo, e vale muito a pena dar uma passadinha lá logo nos primeiros dias da viagem, pra comprar comidinhas rápidas como biscoitos e chocolates pra deixar na bolsa que você leva para os parques. A economia é gigantesca! É impossível listar todas as coisas que o Walmart oferece, mas lá você pode encontrar: maquiagens, produtos pra cabelo, babyliss e chapinha, os mais diversos tipos de band-aid (eu sou a louca do band-aid hahaha), pacotões de Oreo, coisinhas da Disney, sapatos, malas, e mais um bocado de outras coisas. Só vendo pra entender como é! A Target também segue a mesma proposta, mas o Walmart é meu preferido 🙂

E se você é apaixonada por produtos de beleza, como eu, dê uma passadinha no Walgreens, a farmácia americana que vende um monte de marcas legais!

uteis
Quando se vai fazer uma viagem tão importante, para um lugar tão distante (e diferente!), e por tanto tempo, ainda mais preparando tudo sem agências, é necessário muito tempo de pesquisa! Procurei muita coisa na internet, e teve um lugarzinho muito especial que me ajudou muito: o Vai Pra Disney. O Felipe e a Renata comandam esse blog cheio de dicas sobre nosso destino. Lá você encontra informações sobre os parques, dicas de lojas, de onde comer, onde se hospedar… E muitas outras matérias legais! Se tornou um dos meus blogs favoritos, e tenho certeza de que vai gostar também. Então, quero deixar um agradecimento especial ao Fe e a Re (depois de muito tempo lendo um blog, a gente fica íntimo hahaha), por terem me ajudado tanto! <3

Por hoje é só, pessoal! Qualquer dúvida ou sugestão, podem me deixar aqui nos comentários, vou ficar super feliz de responder. Pra acompanhar a minha viagem, me segue lá no Instagram @aaraujolia, se inscreva no canal do Youtube e curta a fanpage do Blog. Nos próximos posts da viagem, vou contar como foi a minha experiência. Não percam!

Um beijo enorme!

Disney: Os preparativos!

22/01/2015

Oi!

Nessas férias eu vou realizar um sonho muito especial: ir à Disney! Quem me conhece sabe que eu já fui uma vez (em 2010), mas desde que voltei, tenho muita vontade de ir novamente e, dessa vez, eu estou muito mais ansiosa e mais empolgada.

Na minha primeira viagem pra Orlando, eu fui de excursão. Ia completar 15 anos e ganhei a viagem de presente. Mas agora tudo é diferente: estou indo sem nenhum vínculo com agências, preparei tudo praticamente sozinha e vou contar pra vocês como foi.

epoca
Escolhi o final de janeiro por dois motivos: queria ir em novembro, mas não deu certo (hahaha) e depois que eu pensei melhor, decidir ir no fim de janeiro/começo de fevereiro porque a quantidade de pessoas nos parques diminue bastante! Eu estou indo e as excursões estão voltando, então esse é um ponto bem positivo. Tive sorte, também, de não pegar nenhum feriado americano na viagem, porque nesses dias os americanos sempre resolvem passear, e os parques da Disney e Universal ficam cheios.

Pra quem não pode ir em maio, setembro e outubro, o fim do mês de janeiro é uma ótima época, pois combina a tranquilidade do destino (afinal, ninguém merece fila de uma hora) com o fim das férias!

quantos dias
Vou passar 15 dias viajando, um em Miami e os outros 14 em Orlando. São dias suficientes pra fazer bastante coisa por lá! Dá pra visitar os parques com calma, fazer compras também com calma, e ainda visitar alguns lugares interessantes, como o Walmart e Walgreens!

Se você está pensando em ir também, fica um conselho: Passar uma semana na Disney, dependendo da época, pode ser muito pouco. Caso você não possa passar os 15 dias, considere, pelo menos, 10. Assim você não corre o risco de voltar chateado porque perdeu algum passeio legal.

quais parques
Isso vai depender das preferências de cada um. Da primeira vez que fui, visitei os 4 da Disney (Animal Kingdom, Epcot, Disney’s Hollywood Studios e Magic Kingdom) + um aquático (Blizzard Beach), os 2 da Universal (Universal Studios e Islands of Adventure), o Sea World e o Busch Gardens. Dessa vez, não irei pra nenhum parque aquático por conta do clima, e não irei também nem pro Sea World, nem pro Busch Gardens. Não que eu não tenha gostado, mas não acho que vale a pena voltar. Pelo menos não agora. O Sea World foi o parque que menos gostei, e o Busch Gardens fica em uma cidade vizinha, Tampa, a 1 hora de Orlando.

Pra conseguir decidir quais parques visitar, você deve pesquisar um pouco sobre cada parque e adequar às suas necessidades. Existe também a possibilidade de visitar dois parques no mesmo dia, com a opção Park Hopper, na Disney, e Park-to-Park, na Universal. Pra quem é fã do Harry Potter e quer andar de Hogwarts Express, o ingresso Park-to-Park é necessário, pois o Hogwarts Express te leva do Beco Diagonal, no Universal Studios, até Hogsmeade, no Islands of Adventure. Visitar dois parques no mesmo dia não é muito recomendável, a não ser que sua viagem seja rápida e que esteja em baixa temporada. E não esqueça que o Magic Kingdom, Epcot e Disney’s Hollywood Studios possuem shows lindos a noite! Não vá embora antes do espetáculo.

como eu fiz
Como eu disse pra vocês, dessa vez eu vou fazer tudo sozinha, sem vínculo com agências. Depois das preocupações iniciais de toda viagem pros Estados Unidos (passaporte e visto), da escolha da data e quantidade de dias, vem a compra da passagem. Com a passagem comprada, pesquise os hotéis disponíveis para a época que você vai estar lá. Alguns sites, como o Decolar e o Booking podem te ajudar. Chegou a hora de escolher aonde você vai querer se hospedar. O valor das diárias em Orlando é baratinho, então você pode escolher a vontade. Tem hospedagem na International Drive, que é a avenida principal da cidade e tem tudo pertinho, em Lake Buena Vista, que são os mais próximos da Disney, dentro do complexo da Universal e dentro do complexo da Disney. Se você está pensando que se hospedar lá dentro é caro, pode ficar tranquilo, que eles possuem opções de hotéis econômicos. Os All Star (Music, Sports e Movie) na Disney e o Cabana Bay na Universal. Na baixa temporada, os preços ficam melhores ainda. Pesquise em um dos sites que citei acima e escolha o que ficar melhor pra você.

Agora, decida se irá alugar um carro. Alguns hotéis possuem traslados grátis para os parques e aeroporto. Caso você esteja vindo de Miami, lembre-se que a distância entre Miami e Orlando é de aproximadamente 4 horas, e o traslado pode sair caro. O aluguel de carro lá também tem um preço amigo. Você pode consultar na Alamo, Sixt, Hertz e várias outras, e decidir o que fica melhor pra você. Caso você tenha menos de 25 anos e vai dirigir, saiba que as locadoras cobram uma taxa por dia. As taxas da Sixt são mais baixas, ao contrário das taxas da Alamo, que são altíssimas. Se você já tiver mais de 25, tudo ok.

Ufa! Foi um bom começo, não? Mas calma, que esse post ainda não acabou. Pra não perder a parte 2 desse mega post de preparativos, curta a página do Blog (tem uma caixinha aqui do lado, é só clicar em Curtir)! E pra acompanhar minha viagem, me segue lá no Instagram! O meu é @aaraujolia.

Um beijo!